Importar da China

Saiba como importar roupas da China para revender no Brasil

A China está cada vez mais presente no cenário mundial, seja por meio de investimentos ou através da venda de produtos fabricados no país. Ela realiza exportações dos mais diversos tipos de artigos de consumo.

Muitas dúvidas surgem quando se pensa em importar roupas da China ,  por isso é importante saber como fazê-la  de forma segura.

Pensando nisso, apontamos,  neste artigo, algumas dicas preciosas acerca de como importar e revender roupas desse país aqui no Brasil. Mantenha-se conosco!

Você sabia?

Os principais mercados dos quais  o Brasil importa para revender são os Estados Unidos, Peru e China.

Entretanto, o que a maioria das pessoas não sabe é que, devido aos custos serem menores (por conta da mão de obra barata e tarifas reduzidas), as marcas mais prestigiadas do mundo possuem fábricas na China e não nos Estados Unidos.

Sendo assim, ao importar da mesma, você estará simplificando o caminho de compra e ampliando, substancialmente, a sua margem de lucro.

Vantagens de se importar roupas na China

Surgiu a dúvida se de fato vale a pena passar por todas as dificuldades que o processo de importação envolve, ao invés de comprar produtos nacionais?

Com a finalidade de sanar essa questão, podemos enumerar elementos positivos a respeito de importar suas peças de roupa desse país.

Dentre eles, destaca-se os preços mais acessíveis, o diferencial em relação aos revendedores de produtos brasileiros e a ótima qualidade do produto.

Passo a passo

Diante de todas essas explicações, vamos mostrar, abaixo, tudo o que você necessita saber sobre o processo de importação de roupas da China.

Entenda seu público-alvo antes de conhecer os importadores

Como a fonte de sucesso de um negócio não é saber importar e revender, mas sim conhecer bem o consumidor, é necessário que você se aprofunde nas preferências de um determinado tipo de pessoa.

Quanto mais bem definido forem o estilo e as características de seu cliente, mais chance você terá de acertar com a compra de roupas.

Tenha sempre disponível uma lista de conversão de moedas

De modo geral, a população asiática é mais magra e possui uma estatura menor que a dos brasileiros.

A fim de evitar comprar roupas fora do padrão do seu consumidor, faça a conversão dos tamanhos chineses para as medidas brasileiras.

Conversões básicas: China × Brasil

  • S (Small) × Infanto-juvenil
  • M (Medium) × PP (Pequeno)
  • L (Large) × P (Pequeno)
  • XL (Extra Large) × M (Médio)
  • XXL (Extra Extra Large) × G (Grande)

Muitas fornecedoras de sites também disponibilizam medidas de roupa que, geralmente, estão em polegadas (inches) e os nomes das partes do corpo encontram-se em inglês.

  • Bust – Busto
  • Shoulder – Ombro
  • Sleeve – Manga
  • Waist – Cintura
  • Length – Comprimento

Para converter polegadas em centímetros, basta multiplicar a grandeza medida por 2,4.

Caso você tenha dúvidas, faça a média do tamanho dos seus principais clientes e, entre duas medidas, opte sempre pelo tamanho maior.

Selecione bons fornecedores e marcas certificadas

Este é um ponto muito importante! Existem sites chineses próprios que fornecem opções de compras de peças  em pequena ou grande escala, de acordo com sua necessidade.

Dentre eles, podemos citar o Light in the Box, Ali Express e o mais conhecido, AliBaba. Com eles, é possível consultar o histórico de cada vendedor e escolher os que possuem um preço mais acessível e excelente reputação.

Opte por trabalhar com marcas conhecidas do seu público-alvo e dê preferência  sempre a produtos originais.

Cuidados para importar roupas

Por conta das importações de roupas serem  altamente protegidas pelo governo brasileiro,  para importar esse tipo de produto, você deve possuir uma licença de importação previamente emitida pelo Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

O processo é feito online pelo Despacho Aduaneiro e o valor da solicitação fica em torno de US$60. É necessário também que a empresa esteja registrada no Radar Siscomex.

A importação de roupas para serem comercializadas só é permitida em nome de pessoa jurídica.

Utilize um modelo de venda adequado e atual

A internet tornou-se uma grande aliada para quem deseja revender roupas no Brasil. Com ela é possível montar uma loja virtual a fim de se vender mais e obter um bom lucro.

Templo Chinês
Photo by David Besh on Pexels.com

Importação por Drop Shipping

O Drop Shipping é um mecanismo onde a venda de produtos é realizada sem a necessidade de haver estoque. Com ele, os distribuidores entregam o produto de forma direta para o cliente final, sem intermediação.

Uma vez que o risco do negócio cai para o vendedor, muitas importadoras usam o método a fim de que este não precise comprar uma mercadoria, armazená-la e ficar esperando um comprador surgir.

Quando todos os pontos acerca da importação de roupas da China para revenda são esclarecidos e seguidos de forma correta, o processo torna-se simples e traz resultados satisfatórios.

Gostou do nosso conteúdo? Continue ligado no nosso blog a fim de receber mais informações essenciais sobre o assunto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *