Produtos Importados Para Revender

Como escolher um produto para revender?

Está em busca de um produto bom para revender e ganhar dinheiro?

Acompanhe as dicas abaixo e saiba quais são as escolhas mais certeiras e as mais perigosas para investimento:

Quanto mais baixo o preço de compra do produto, maior o lucro

Muita gente que quer trabalhar com revenda, se imagina vendendo produtos de alto padrão ou de grandes marcas, mas a realidade é que, quanto mais barato é o produto, maior a porcentagem de lucro que você pode ter na venda.

Exemplo:

Se você compra brincos pequenos para revender e paga de R$2 a R$10 em cada unidade, não tenha dúvida que poderá vender os modelos de R$2, a R$15 e os modelos de R$10, a R$35.

Aparentemente, ganhar R$13 ou R$25 pode não parecer fantástico, mas coloque isso na casa das centenas ou dos milhares e fará todo sentido.

Imagine que você comprou 100 brincos de R$15 e investiu R$1500. Ao vender todos a R$35, você terá R$3500,00. São R$2000 de lucro (claro que não estamos levando em conta os impostos sobre a venda, o frete e outros fatores que podem influenciar na sua venda, mas continue acompanhando).

Por outro lado, se você decidir realizar a venda de um produto de alto valor, como, por exemplo, um celular, você terá um preço médio de mercado que não poderá ser muito excedido.

Se um smartphone custa R$3000 em sites como Extra, Ponto Frio, Magazine Luiza ou Mercado Livre, você dificilmente poderá vende-lo por R$3500, ou seja: para sua operação ter lucro um lucro maior do que você teria vendendo brincos, você teria que ter pago menos de R$1500 nesse aparelho, o que realmente não é tão fácil, visto que um aparelho que esteja R$3000 nas grandes lojas, dificilmente é vendido por menos da metade do preço em outro lugar ou país (pelo menos no varejo).

Esse exemplo pode ser usado com vários outros tipos de produto e não significa que produtos de alto valor não possam ser lucrativos, tudo dependerá da sua estratégia, da sua autoridade, do seu marketing, da rapidez na entrega e muitos outros fatores, porém, se você está começando, produtos mais baratos têm mais chance de emplacar e trazer retorno mais rápido.

Além do preço, tem outro fator importante para quem vai começar a trabalhar com revenda, principalmente se for iniciar em casa:

Produtos pequenos são as melhores escolhas para revenda

Quanto menor o produto, mais barato é o frete para importação.

Lembre-se que muitas vezes o produto a ser importado tem um ótimo preço na China ou outros países, mas o valor do frete pode ser absurdamente caro, especialmente se você estiver procurando por itens de decoração, cadeiras, objetos pesados ou muito volumosos.

Quanto menores forem os produtos, menores são os fretes e as vezes saem até com custo zero.

Lembre-se que o custo do frete sempre deve estar contabilizado no preço final da sua venda.

Outro ponto importante é: se você está começando a trabalhar com revenda em casa, o fator espaço será muito importante.

Quem trabalha com roupas, bijuterias, acessórios para smartphone e outros itens pequenos, consegue armazenar em caixas ou gavetas e armários dentro da própria casa, porém se você quiser começar com itens volumosos ou muito pesados, poderá ter dificuldades para armazenar e até para transportar para os Correios ou para demonstração para os seus clientes.

Pode parecer uma questão óbvia, mas muita gente deixa pra pensar nisso apenas depois de iniciar as divulgações, o site e até mesmo, quando consegue os primeiros pedidos de clientes.

Procure reclamações de clientes sobre o produto

Procurar reclamações é uma ótima forma de saber se você terá problemas futuros com o produto que você deseja vender.

Claro que há produtos que são exclusivos ou que não possuem uma marca específica a ser pesquisada, mas você pode pesquisar de uma forma genérica para encontrar as maiores dores e reclamações e assim evita-las.

Poucas coisas são mais inteligentes e economizam tanta energia quanto aprender com os erros dos outros.

Se você decidir que vai trabalhar com joias, por exemplo, pesquise reclamações em joalherias para saber quais são as principais questões.

Você vai encontrar reclamações sobre:

  • Desgaste natural de joias;
  • Oxidação de metais;
  • Numeração incorreta;
  • Problemas ao acionar a garantia;
  • Falsificações;
  • Falta de nota fiscal;
  • Atraso na entrega;
  • Fragilidade do produto.

Algumas reclamações vão se repetir com outros produtos, por exemplo, roupas:

  • Tecido mais fino ou inferior ao das fotos;
  • Tamanho incompatível com a numeração vendida;
  • Defeitos nas peças;
  • Produto entregue diferente do vendido;
  • Problemas com trocas;
  • Atrasos na entrega.

Se você for trabalhar com eletrônicos, encontrará algumas questões repetidas e outras completamente diferentes:

  • Produto não funciona;
  • Assistência técnica não atendeu ao solicitado;
  • Falta de manual em português;
  • Produto quebrou com pouco tempo de uso;
  • Produto esquenta quando está em uso;
  • Produto tem botões que não funcionam ou funções com problemas.

Conhecer o produto que você vai vender é essencial para saber quais tipos de problemas você vai enfrentar antes mesmo de começar as vendas.

Produto bom para revender é o produto que vai te dar mais lucro do que problemas

Faça contas, faça pesquisas, considere:

  • Preço;
  • Prazo de entrega para você;
  • Prazo de entrega para o consumidor final;
  • Custos com trocas e devoluções;
  • Índice de reclamações;
  • Facilidade ou dificuldade de relacionamento com o fornecedor;
  • Questões jurídicas relacionadas ao produto;
  • Concorrentes;

Somente após analisar todos esses pontos, você saberá qual é o melhor produto para revender.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *