5 Dicas para importar produtos do Paraguai

Antigamente o Paraguai era conhecido por oferecer produtos de baixa qualidade. No entanto, hoje ele é o país da América do Sul mais estimado para entrada de produtos originais das grandes marcas mundiais. O grande interesse do público brasileiro em importar produtos do Paraguai deve-se aos preços baixos para produtos demasiadamente almejados como eletrônicos, games, perfumes importados e relógios no nosso vizinho.

A Província de Ciudad Del Leste é quem impulsiona a economia da região, sendo considerado um paraíso de compras graças ao mercado liberal com baixa cobrança de impostos e livre trânsito entre as pessoas. Sabendo de todas essas vantagens, mostraremos, neste artigo, um passo a passo para quem deseja comprar no Paraguai, ajudando você a realizar todos os procedimentos com segurança.

Descubra como comprar de forma legal e segura

Seduzidos pela promessa de boas ofertas, vários brasileiros decidem-se pelo Paraguai por conta da proximidade e facilidade para se entrar no país. Surgiu aquela motivação? Então Confira cinco dicas para fazer suas compras no Paraguai de maneira eficiente.

Compare os preços

O principal fator que influencia no preço dos produtos se deve à baixa tributação do governo paraguaio.

Uma vez que a legislação do país é bem menos exigente, os impostos cobrados das fabricantes estrangeiras no Paraguai são bem menores do que aqueles praticados no Brasil.

No entanto, ainda assim é importante comparar os preços antes de ir às compras, pois nem sempre um produto original sai realmente mais barato no Paraguai do que no Brasil.

Escolha lojas confiáveis

O destino mais escolhido por quem quer comprar no paraguai é Ciudad del Leste, cujo caminho mais fácil e barato é por Foz do Iguaçu.

É neste local que ficam as maiores lojas de eletrônicos, como a Mega Eletrônicos, a Monalisa e a SAX Department.

Escolha um local com boas referências, conhecido por não oferecer produtos falsos ao invés de originais e não desvie o olhar para ofertas aparentemente mais tentadoras. Como isso, você diminuirá as chances de cair em golpes.

Leve dólar em espécie

Como o comércio paraguaio aceita dólar, você poderá, antes de cruzar a fronteira, trocar seu real por esta moeda americana e comprar tudo com a  forma de pagamento efetivada em  dinheiro.

Com isso você evita o peso de impostos brasileiros que vão encarecer o produto no final do processo.

Vale ressaltar também que o preço em real tende a ser maior do que a conversão para dólar em casas de câmbio do lado de cá da fronteira, fazendo com que as suas compras saiam mais caras e a vantagem em importar produtos do Paraguai diminua.

Atente-se aos impostos

Atravessar a fronteira de volta ao território nacional, entretanto, é uma etapa em que os encargos brasileiros voltam a aparecer.

A Receita Federal determina que, se as suas compras custaram menos de US$ 300 (a pé ou de carro) ou US$ 500 (de avião), você não precisará declarar nada.

Caso suas compras ultrapassem o limite, será preciso emitir uma “Declaração de Bens do Viajante” e pagar o imposto calculado na hora. Os tributos são equivalentes a 50% do valor excedido, levando em conta a cotação do dólar no momento.

Avalie se o produto é mesmo original

Desconfie caso o preço, em dólar, esteja abaixo do preço praticado nos EUA e verifique se a embalagem está devidamente lacrada.

Observe também se há a sigla “RB” perto do número de série do produto. Esta sigla signfica “refurbished”, que identifica um produto reciclado ou de segunda mão.

Pontos pertinentes ao se comprar no Paraguai pessoalmente

  • Caso pretenda ir a Ciudad Del Leste de carro, deixe seu automóvel em algum estacionamento de Foz do Iguaçu, pois do lado Paraguaio é menos seguro;
  • Esteja sempre com sua carteira de identidade (RG) original e atualizada em mãos, pois cópias autenticadas ou documentos como CNH e carteiras profissionais serão recusadas;
  • Não acredite em lojas que dizem entregar as compras no Brasil pois, devido a legislação, isso não é possível;
  • Tome cuidado com seus pertences, como carteira e celular  e ponha seu dinheiro em bolsos com zíper;
  • Evite guias ou agentes de compras que abordam os turistas nas ruas;
  • Teste o produto ainda na loja para evitar surpresas desagradáveis.

Comprar no Paraguai como Pessoa Jurídica

Empresas também podem importar produtos do Paraguai, de forma simples, utilizando o RTU (Regime de Tributação Unificada).

Ele possui uma taxa para importação de 25% de Impostos de Importação e 7% de ICMS na liberação da mercadoria pela alfândega para a entrada no país.

Para usar esse recurso, a empresa deverá estar inscrita no Simples Nacional (seja como microempresa ou MEI) e realizar a importação por via terrestre. O limite de compras é de r$ 110.000 por ano, sendo r$ 18.000 para o 1° e 2° trimestres e r$ 37.000 para o 3° e 4° trimestres.

Importar produtos do Paraguais é fácil!

Viu como é fácil e descomplicado importar produtos do Paraguai? Você poderá vender produtos de qualidade por um preço bem abaixo dos seus concorrentes, garantindo lucros satisfatórios para seu negócio.

Para receber mais informações relevantes sobre o assunto, continue ligado no nosso blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *