Importar para revender com dolar alto. Vale a pena?

Neste texto gostaria de aumentar ainda mais o desejo de vocês por saber sobre importação e, também, a vontade de querer importar para revender. Para alguns nem preciso escrever muito, tendo em vista que já trabalham com isso, ou em outros casos porque tenham visto neste grande mercado oportunidades de ganhos extras, ou até mesmo de um negócio que oferte renda principal.

Mesmo que importem apenas para consumo próprio ainda vale a pena importar vários tipos de produtos tanto para revenda como para consumo.

Antigamente não era fácil importar para revender.

Há uns bons anos atrás, o tema importação era discutido apenas por pessoas com alto grau de conhecimento sobre o assunto, pessoas bem relacionadas e que, principalmente, soubessem falar inglês. Nos dias atuais, com o advento da internet e a popularização do acesso, essa atividade não se restringe a essas pessoas, e atualmente indivíduos comuns, como eu e você, podem importar para revender e, o que é melhor, sem precisar saber falar uma palavra em inglês. E acrescento que com a facilidade que atualmente tempos para importar, esta atividade torna-se uma excelente fonte de renda. Importar para revender não é mais um privilégio de poucos e você pode fazer isso aprendendo algumas dicas básicas para saber como importar.

O que há alguns anos era realizado somente através de viagens, nos dias de hoje você pode fazer a uma distância inconcebível naquela época. O que se fazia por telefone, “gastando o inglês” e até pulsos telefônicos, hoje podemos fazer através da internet, comprando em lojas virtuais que atendem você desde o outro lado do mundo. Vendedores oferecendo serviços online em sites de venda coletiva; lojas virtuais das melhores marcas; mídias sociais como Facebook, Twitter, Google+ repletas de pessoas e empresas do mundo todo oferecendo seus serviços e produtos para consumirmos a partir de nossa casa. Mundo globalizado e importar para revender virou tarefa simples e de baixa complexidade.

Então, estendemos a mão e com um toque no teclado e alguns cliques no mouse alcançamos um produto lá na China, e ao mesmo tempo puxamos outro da Europa. Compramos perfumes de lojas americanas com a mesma facilidade que compramos num shopping. Não há a menor dúvida de que o assunto importação é concorrido e que nós devamos pesquisar e saber mais a respeito. Se você pensa e se preocupa com o alto valor do dólar quando o assunto é importar para revender, vale também se preocupar com os altos impostos no Brasil e a ganância de nossos empresários quando o assunto for dinheiro. Hoje, mesmo com o dólar no atual patamar de valor, conseguimos adquirir roupas com valores abaixo até de 50% dos preços praticados no mercado brasileiro. É fato que nem sempre a economia é o suficiente para que haja um bom lucro no que se refere à revenda, porém, o suficiente para nos deixar alegres para consumo próprio.

Comprar roupas que custam R$ 100,00 aqui no Brasil a preços em torno de US$ 8.00, US$ 9.00, US$ 10.00 para baixo ou para cima parece ser bem atrativo, e a atividade de importar para revender ganha força na medida em que o poder de consumo da população aumenta.

Você não pode ficar de fora, mesmo que não tenha em mente ganhar uma renda importando e revendendo, pois a economia quando comprado para consumo próprio é atraente e, por isso, este não pode ser uma atividade em que você não tenha que estar muito bem informado.

Então… venha comigo aprender e saber um pouco mais sobre como importar para revender e desenvolva esta atividade de forma atraente e divertida, e não se esqueça de curtir minha fanpage ADZ Imports caso ainda não tenha feito. Através dela deixarei todos atualizados a respeito das postagens no blog.

Abçs e até o próximo.

 

 

Receba nossas dicas por e-mail.

[wysija_form id=”1″]

Academia do Importador 468×60

2 thoughts on “Importar para revender com dolar alto. Vale a pena?

Deixe um comentário